FANDOM


{{{nome}}}
Panico na BAND
Gênero [[Wikipedia:pt:{{{genero}}}|{{{genero}}}]]
Transmissão original 21 de setembro de 2003
País de origem {{{pais_origem}}}
Emissora original [[{{{emissora}}}]]


Panico na Band é um programa de TV voltado para o público adulto. Seu formato é de programa humorístico. Ele vai ao ar as 21h, no horário local na Rede Bandeirantes.

História

Antecedentes

Em 2003, o empresário e proprietário da rádio Jovem Pan iniciou as negociações para levar o programa Panico para a televisão. O novo programa seguiria o formato consagrado pelo Casseta e planeta com paródias de programas populares e reportagens em tom descontraído.

estreia

A estreia ocorreu no dia 21 de setembro de 2003. A média de audiência na estreia foi de 1 ponto na grande SP, mas nas semanas seguintes, passou a ter um crescimento sem precedentes. Para isso, lançou mão de uma estratégia já conhecida: o programa entrava no ar quando a transmissão do futebol nos canais concorrentes era encerrada. Os principais quadros entravam ao ar na segunda hora, intercaladas com inserções de merchandising.

Concorrendo com os programas da Record e da Band, a RedeTV! obtinha vitórias constantes sobre as duas emissoras, mas contra Globo e SBT, conseguiu algumas proezas contra Domingo legal e Faustão.

Em 2005, o programa mudou de horário para as 20h após uma decisão do ministério da justiça. Com a mudança, o programa passou a concorrer com o Fantástico e os programas apresentados por Sílvio Santos. No ano seguinte, nova decisão do MJ forçou uma mudança de horário para as 21h. O motivo alegado pelo MJ era o excesso de nudez dos personagens, incompatíveis com o horário.

Em 2007, o programa passou por uma reformulação de conteúdo. Os humoristas Carlinhos e Vinicius deixaram o programa. Em 2010, o programa fez história ao realizar a primeira transmissão em 3D da TV aberta brasileira. A transmissão foi a primeira da história da RedeTV!.

Transferência para a BAND

Em janeiro de 2012, começaram os boatos de uma possível transferência para outra emissora. A alegação era o atraso nos salários que durava quatro meses. Na época a Rede TV vivia uma crise šem precedentes, com atraso nos salários e perda dos direitos dos torneios de futebol. Enquanto isso, o empresário Tutinha negociava a transferencia para a BAND. Durante dois meses, foram exibidas apenas reprises.

No dia 16 de fevereiro, o apresentador Otávio Mesquita anunciou em primeira mão a contratação da turma do pânico pela BAND. A contratação foi bastante repercutida nas redes sociais e gerou duvidas sobre o futuro da RedeTV!. Após a transferência para a BAND, a RedeTV! Baniu qualquer referencia ao programa. Ao mesmo tempo promoveu uma mudança na grade de programação. O seriado jornada nas estrelas e uma sessão de filmes substituiu o pânico aos domingos. E as sextas, outra sessão de filmes ocupou o horário destinado a reprise do Panico. Essa situação só se reverteria em maio quando o SNL entrou no ar. Enquanto isso, a maior parte do elenco renovou o contrato. As exceções foram o humorista Zina e as panicats Juliana Salimeni e Nicole Bahls.

Reestreia

No dia 1º de abril, o programa reestreou com muitas novidades. A média de audiência manteve-se a mesma, entre 5 e 6 pontos. Em dezembro de 2013, a apresentadora Sabrina Sato deixou o programa ao ser contratada pela Record.

Audiência

Na estreia, o panico marcou apenas 1 ponto. O resultado não chegou a surpreender o público, mas nas semanas seguintes, o programa passou a ter 5 pontos. Com o passar dos anos e tornou a maior audiência da RedeTV!, suplantando o A Tarde è Sua e TV Fama. Em 2008, o programa alcançou pela primeira vez a liderança por alguns minutos. Essa situação se repetiu nos anos seguintes. Atualmente, a média de audiência é de 5pontos. O programa aparece frequentemente nos Trending Topics do Twitter.

Controversias

Durante sua existencia, o Panico protagonizou uma série de episódios polemicos. Alguns resultaram em processos contra o panico ou as emissoras.

Prisão de Zina

Em 2009, o humorista Zina foi preso por posse ilegal de uma arma. O fato repercutiu na imprensa especializada e nos noticiários policiais. Durante o periodo em que esteve preso, ele foi suspeenso do programa por algumas semanas. Dois anos depois, ele foi preso novamente, desta vez, por trafico de drogas. Suspenso novamente, ele deixou o programa temporariamente e retornou ao programa em meados de 2011.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória